Por muitos anos a vida do músico se resume a basicamente tocar para caramba.
E tem que ser assim, porque este é o mínimo, mas existe um lugar onde tem muitas pessoas tocando para caramba.
Neste lugar você vai encontrar um monte de músico que pode realizar muito bem a demanda do público e do contratante.
Neste mesmo lugar, você vai encontrar centena de pessoas murmurando porque o mercado esta ruim.
Se alguém te prometeu que era só tocar o instrumento e ser original, bom, então sinto informar que mentiram para você. Já ha algumas décadas que ser músico é andar na contra cultura do ofício. Ser músico por si só já é uma revolução social.
Vai ser difícil encontrar uma família que coloca para os filhos a profissão “músico” em cima da mesa como uma opção, vai ser difícil encontrar isso nas escolas e na maior parte dos lugares que você frequenta ao longo da vida.
Se você escolheu ser músico, se preocupe antes de mais nada em tocar para caramba, mas depois não deixe de se preocupar em ter uma mentalidade mercadológica, porque a música por si só não faz nada, ela só faz algo se alcança as pessoas e é exatamente neste trajeto que a maior parte dos músicos pecam.
Quando você toca para caramba e não sobrevive com a música, você começa a andar angustiado, desacreditado e então, começa a ter uma mentalidade destrutiva, ao ponto que, uma hora, não irá mais sentir prazer em pegar seu instrumento para praticar ou tocar com outras pessoas. Pensar no mercado que você esta inserido não é uma escolha é parte do ofício. Pense nisso e estude formas empreendedoras de seguir com sua escolha de ser músico profissional.

Estude agora mesmo na nossa escola virtual www.StarlingAcademyofMusic.com.br
Ou então presencial no Rio de Janeiro www.StarlingAcademy.com.br

tocar

0