Ao longo da caminhada do aprendizado e desenvolvimento vivemos momentos de extrema felicidade e de extremo desespero e desânimo.
Quem não pensou seriamente em chutar o balde e nunca mais pegar em um instrumento? Quem, em outra ocasião, estava curtindo tão profundamente o som que estava fazendo que não viu o dia passar?
São sentimento tão opostos que é difícil imaginar que procedem da mesma fonte.
A verdade é que em qualquer coisa que escolhermos para fazer parte da nossas vidas, em qualquer área que tenhamos o desejo de melhorar, iremos viver momentos díspares.
Já virou até meio brega falar de resiliência, dizer que devemos acreditar nos nossos sonhos, que precisamos quebrar os paradigmas, mas a verdade é que estas expressões se tornaram batidas mas, dentro de si, elas possuem um enorme significado.
Sim, você precisará ser resiliente, ou seja, resistente para contornar as crises, desânimos e continuar praticando e tendo disciplina, porque estes momentos vão passar.
Você também precisará acreditar nos seus sonhos, porque se você não viver os seus sonhos, outras pessoas vão te contratar para realizar o sonho alheio.
O paradigma é a maneira como você enxerga o mundo, ou seja, uma percepção, um mapa que você criou e que muitas vezes precisa ser quebrado porque ele esta refletindo de maneira equivocada o caminho que você precisa trilhar.
Pense nisso e vamos em frente.

quebrando.

0